Content Marketing e Branded Content para empresas

10.01.2018 Impulsione

De uns tempos pra cá as empresas começaram a investir esforços da equipe de Marketing na produção de conteúdo. E enquanto anteriormente a publicidade era mais direta (Ex: Compre nosso chocolate), hoje ela é mais sutil e envolvente (Ex: Vou te ensinar uma receita que você pode utilizar o nosso chocolate).

A produção de conteúdo é menos egoísta e mais colaborativa.

Por conta disso essa estratégia tem se tornado bem frequente nas empresas. A produção de conteúdo é menos egoísta, no sentido de só se preocupar em empurrar o produto/serviço para o consumidor, e é mais colaborativa, já que você entrega algo para sua audiência em troca da possibilidade dela gastar dinheiro com você.

E quando um negócio decide investir em conteúdo, ele precisa entender que as informações compartilhadas precisam ser úteis e claras para seu público, além de conter os valores/crenças da marca.

 

Content Marketing

Também conhecido como Marketing de Conteúdo, o Content Marketing tem como objetivo principal a geração de vendas para a empresa, tanto que toda a estratégia é baseada no Funil de Vendas.

De acordo com a Rock Content (uma das maiores empresas brasileiras de marketing de conteúdo), empresas que investem em Marketing de Conteúdo possuem cerca de 3 vezes mais leads do que as empresas que não adotam essa estratégia (confira o relatório completa da Content Trends 2017 aqui).

Além das vendas, o Content Marketing ajuda na melhoria do relacionamento com o cliente, aumentar o engajamento com a marca, transmitir informações aos clientes em potencial e trabalhar o pós-venda e a fidelização dos clientes. E para isso, você pode usar ferramentas como: blog, podcast, vídeo, email marketing, redes sociais, ebooks, palestras online, entre outras.

O formato da mídia a ser utilizada deve ser escolhida com base no tipo de conteúdo e mensagem que você quer passar para seu público.

Exemplo:

Um exemplo legal é o post que fizemos no blog do Tot Coworking, onde tiramos dúvidas sobre coworking e apresentamos várias informações para o leitor descobrir se esse é um modelo de trabalho interessante pra ele. No final, nos deixamos à disposição para ajudar se precisar de algo. Ou seja, um post informativo e útil para a audiência e que foca na venda dos serviços da empresa.

 

Branded Content

Já o Branded Content (ou Conteúdo de Marca) foca em criar conteúdo com uma linguagem e alinhamentos relacionados ao universo em que a marca está inserida. Ele envolve publicidade, informação e um grande apelo ao entretenimento da sua audiência.

Para dar certo, o conteúdo precisa ter qualidade e relevância para o seu público. Como você estará transmitindo valores e posicionamentos que acredita, seu público precisa enxergar “valor” (no sentido de valer à pena assistir).

A estratégia do Branded Content não está ligada à vendas diretas – pode até gerar vendas como consequência de uma série de ações em conjunto, mas nunca é o objetivo principal.

Exemplo:

Em 2017 fizemos uma campanha no Tot Coworking chamada “Seja Jovem, Seja Livre”. O objetivo dela era gerar uma discussão sobre a importância da liberdade no trabalho. Por isso, convidamos 4 jovens universitários e recém-formados que trabalhavam por conta própria ou para outras empresas para falarem sobre esse assunto. E o resultado vocês conferem no vídeo abaixo:

Em momento algum mostramos os serviços que oferecemos ou tentamos vender algo para quem assiste. O vídeo foi puramente posicionamento de marca sobre um assunto que acreditamos e promovemos na nossa empresa.

Claro que a criatividade sempre deve estar presente nessas estratégias. Lembrando sempre que o formato da mídia a ser utilizada deve ser escolhida com base no tipo de conteúdo e mensagem que você quer passar para seu público.

Confira mais exemplos na coluna completa da CBN João Pessoa sobre esse assunto clicando aqui. E se tiver alguma ação que você tenha feito envolvendo alguma dessas duas estratégias de produção de conteúdo, compartilha com a gente nos comentários. Vai ser super bacana conferir os projetos.

Jorge Wanderley