O que você precisa saber para tomar decisões rápidas em momentos críticos

10.02.2017 Desenvolva, Dicas

Tenho aprendido nos últimos dias sobre a frieza para tomar decisões rápidas em momentos críticos. Ao seu redor o mundo pode estar caindo, mas sua experiência vai determinar o movimento que será feito no jogo.

Aqui a gente entra numa seara que geralmente tem sido visitada no universo das startups, mas que tem que ser massificada com mais frequência: quem tem medo de errar, faz muito pouco ou quase nada. Quem não tem, erra e guarda para errar menos, e acerta mais porque tenta mais.

Eu acho particularmente um pouco sem sentido um entrevistador que chega para o entrevistado e pergunta “me fale sobre seus erros em trabalhos anteriores”. Mas passeando mais pelo território do aprendizado que a gente percebe que podemos construir uma resposta para essa curiosidade. “O que você aprendeu com esse projeto?” geralmente vai nos fazer lembrar dos momentos mais complicados e que remetem a problemas que conseguimos solucionar.

E esse é o ponto importante desse texto: decisões rápidas em momentos críticos passam, essencialmente, por estar “treinado” para resolver problemas. Não os de matemática ou física, mas do job que emperrou na produção, do app que ainda não saiu da primeira coluna do Trello, do fluxo de caixa que não bate, até aquele momento em que você realmente precisa tomar uma decisão importante em minutos.

Games, narrativas de mistério e esportes podem nos ajudar um pouco nisso tudo, mas certamente, nada vai ser tão certeiro quanto fazer, fazer, errar, fazer mais, errar mais, até acertar e começar tudo de novo. Você vai descobrir que, se estiver bem atento, o tempo ajuda sim e é a experiência que determina a sua agilidade nos momentos críticos.

Ricardo Oliveira